Com o aumento da criminalidade nas cidades, as famílias procuram cada vez mais diferentes formas de proteção e nada melhor do que o uso das diferentes opções de produtos tecnológicos que há no mercado hoje em dia para isso.

Uma das opções que apresentam ótimos resultados na prevenção de roubos e furtos é a utilização de sensores de barreira.

Os sensores de barreira conseguem detectar a intrusão de pessoas, animais e veículos em uma determinada área de onde estiverem instalados.

Esses equipamentos possuem a capacidade de detectar movimentos através da emissão de luz infravermelha e utiliza um transmissor e um receptor de sinais que são invisíveis a olho nú.

Como funcionam?

Os sensores de barreira têm um funcionamento bem simples e podem ser instalados em diferentes lugares, como teto, paredes e portões. Quando alguém ou algo ultrapassa a linha delimitada, o sensor consegue identificar essa presença através da interrupção dos feixes de luz e assim, um alarme é imediatamente acionado.

Por ser um modelo de alarme que não chama muito a atenção, os sensores de barreira são bastante utilizados não só em residências mas também por empresas para prevenir ações criminosas.

Este equipamento pode ser encontrado em algumas variedades: sensores ativos com um feixe, dois ou múltiplos feixes de luz.

– Sensores infravermelho ativo – o transmissor emite feixes de infravermelho de um ponto e recebe esse sinal em outro ponto. É como se houvesse uma linha invisível de um ponto ao outro e quando algo atravessa esse feixe de luz , o sensor detecta a interrupção deste feixe e emite um sinal.

Sensores com um feixe – são geralmente utilizados em áreas de menor proporção.

Sensores com dois feixes são geralmente utilizados em cima de muros e portões, substituindo a cerca elétrica, tendo além da vantagem de discrição, a facilidade na instalação.

Sensores com múltiplos feixes – esses sensores são muito eficazes pois possuem uma maior precisão devido à quantidade de feixes de luz emitidos. Equivale a vários sensores instalados atuando ao mesmo tempo, podendo ser utilizados em áreas mais amplas.

Como podem te proteger?

Os sensores de barreira se destacam por fugir de modelos de equipamentos de segurança menos discretos como cercas elétricas, câmeras.

Alguns tipos de sensores de barreira podem ser interligados também ao sistema de iluminação, ativando o funcionamento das luzes ao detectar alguma atividade estranha.

Mediante todas essas informações, cabe somente à escolha do tipo de sensor mais apropriado para o seu caso, escolhendo com cuidado os lugares mais discretos e ter a tranquilidade de manter sua família e bens em maior segurança.

Consulte sempre um profissional de segurança eletrônica, ele é a pessoa mais indicada para analisar e projetar um sistema de segurança ideal para a sua residência ou empresa.

Conheça os sensores de JFL.